Buscar
  • Dr. Felipe Chediek

Exames para avaliação de cabelo: a importância da interpretação




Existem hoje diversos tipos de exames que auxiliam o profissional no correto diagnóstico das disfunções capilares. Exames laboratoriais de sangue, testes no próprio cabelo com remoção de pequenas mechas para análise, outros tecnológicos que se utilizam de aparelhos mais desenvolvidos como Trichoscan (mais utilizados em pesquisas em centros universitários), ajudam muito se forem feito da maneira adequada e com a técnica certa. Mas, independente dos exames solicitados é fundamental para o profissional que atende os problemas capilares ter um bom preparo para coletar as informações de maneira adequada, examinar os cabelos e couro cabeludo de forma minuciosa (sem instrumento), e, apenas após isso, lançar mão de aparelhos, como o tricoscópio. Se ainda assim eu tiver alguma dúvida diagnóstica, como médico, ainda posso coletar amostras de pele para uma biópsia. Exame esse analisado microscopicamente por um médico patologista após encaminhamento de amostra de pele do local afetado. Os exames, são muitas vezes essenciais, mas não mandatórios. Mais do que saber o que pedir é saber interpretar os exames e, de acordo com os resultado, prescrever de maneira correta e INDIVIDUALIZADA, com a dosagem que cada um precisa.


#cabelo #hair #tricologia #balneariocamboriu #florianopolis #dicadodia #saude

78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo